Tratamento do alcoolismo

Não existe cura para o alcoolismo, como em qualquer outro caso de dependência química. O que existe é tratamento. Conheça todos os tipos existentes e quais são seus procedimentos e quais são os mais indicado para cada perfil de paciente.

Na grande maioria dos casos, o próprio paciente não consegue perceber o quanto está envolvido com a bebida, tendendo a negar o uso ou mesmo a sua dependência pela mesma.

Nestes casos, pode-se começar o tratamento ajudando o paciente a reconhecer seu problema e a necessidade de tratar-se e de tentar abster-se do álcool. A indicação de internação, pelo menos como fase inicial de desintoxicação, costuma ser a regra. Existem muitas evidências de que os tratamentos comportamentais cognitivos que objetivam a melhora do autocontrole e das habilidades sociais levam consistentemente à redução do alcoolismo.

Entre as formas de tratamento mais indicadas, estão os programas baseados nos 12 passos (Alcoólicos Anônimos), fundamentados na aceitação da doença, enfrentamento e prevenção a recaída. Estudos também indicam que o apoio da família no processo de tratamento do alcoolista contribui com a melhora dos resultados.

 

 

Geralmente realizada por alguns dias sob supervisão médica, permite combater os efeitos agudos da retirada do álcool. Dados os altíssimos índices de recaídas, no entanto, o alcoolismo não é doença a ser tratada exclusivamente no âmbito da medicina convencional.

Depois de controlados os sintomas agudos da crise de abstinência, seja por meio de internação ou através de tratamento ambulatorial, os pacientes devem ser encaminhados para programas de reabilitação, cujo objetivo é ajudá-los a viver sem álcool na circulação sanguínea, como os grupos de auto-ajuda ( A.A). É preciso lembrar que as recaídas são comuns nos pacientes alcoolistas.

Tratamento do Alcoolismo

Programa intensivo de reabilitação

CLIQUE PODEMOS TE AJUDAR

 

It involves gathering bonuses from other people, and buying term paper then giving them away free to people who purchase your book.

Perguntas Frequentes

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]Selecionamos algumas perguntas que são pertinentes ao tema alcoolismo e drogas. Perguntas respondidas por Miriam Maion Codarim – Psicóloga

O Alcoolismo é hereditário?

A herança genética pode explicar parcialmente a vulnerabilidade de alguns indivíduos à dependência do álcool, já que outros fatores também demonstraram estar relacionados. Entre eles podemos citar: estilo de vida, influência do meio, presença de eventos estressores e capacidade de enfrentamento frente aos problemas ou dificuldades.

Quais os efeitos do consumo de álcool no organismo?

O álcool é um depressor do Sistema Nervoso Central e age diretamente em diversos órgãos, tais como o fígado, o coração, vasos e na parede do estômago. Os efeitos do álcool no cérebro podem ser percebidos da seguinte maneira: nos primeiros momentos após a ingestão de álcool, podem aparecer efeitos estimulantes como euforia, desinibição e loquacidade (maior facilidade para falar). Com o passar do tempo, começam a aparecer os efeitos depressores.

Quais são as causas do alcoolismo ?

O alcoolismo não é causado por um motivo “X” ou “Y”. Ele pode ser conseqüência de fatores existenciais como: insatisfação, falta de objetivo, complexos, medos, necessidade de se alienar da realidade e busca de um prazer imediato. Que tal buscarmos prazer, satisfação, relação pessoal dentro de nós mesmos ? Aprendermos a suportar nossas dores, nossos problemas, sem necessidade de escaparmos deles, heim ? Aí poderemos evitar o alcoolismo. Será preciso muita consciência e força de vontade.

Como devo proceder para deixar de consumir bebidas alcoólicas?

O que acontece que você desperdiça o seu tempo em bares, bebendo? Falta de opção mais interessante? Dificuldade em se entregar para atividades mais prazerosas, mais saudáveis? Saiba que beber diariamente, mesmo que seja “algumas cervejas” ou “algumas canecas de vinho” pode ser sintoma de alcoolismo sim. Sugiro que você procure a ajuda de um profissional, para que você consiga se encontrar, e assim não necessitar de “fugas” para o prazer destrutivo que o álcool proporciona.

Como posso ajudar alguém que lida com o problema do alcoolismo?

Pode-se convencer a pessoa a procurar a ajuda de um profissional para que possa compreender e superar a dificuldade em se manter sóbrio. Sabemos que o alcoolismo leva à morte, mas acima de tudo impede que se estabeleça uma relação adequada com outra pessoa.

 

Beber melhora o desempenho sexual?
Comer antes de beber, ou durante, diminui o efeito do álcool?
Tomar banho cura bebedeira?
Tomar café amargo ajuda a ficar sóbrio?
Misturar bebidas deixa o sujeito mais bêbado?
Mulher grávida pode beber?

 

– Não melhora o desempenho sexual. Pode piorá-lo;
– Pode oferecer alguma energia, por isso o efeito do álcool pode ser menos potente e menos prejudicial;
– Não. Pode dar uma refrescada e uma sensação imediata de lucidez. Mas não cura não;
– Pode aliviar um pouco, pois a cafeína é um elemento estimulante, mas não conte com isso para neutralizar totalmente o efeito da bebedeira;
– Dependendo do tipo da bebida, ela pode se acumular por mais tempo no organismo, causando assim, uma potencialização;
– Aconselho a mulher grávida a não beber. Sabia que tem casos em que o filho nasce com síndrome de abstinência? E, além de tudo, pode prejudicar o desenvolvimento físico e mental do filho.

 

Os alcoolistas tem cura?

 

A dependência química é considerada como incurável. Mas o alcoolista pode sim ficar sem o álcool, mas para isso precisará de muita força de vontade e determinação. Não terá que ser, necessariamente, mas pode aprender com os pais, a beber. Para mantermos os filhos longe das drogas, inclusive o álcool, a melhor forma de evitar, é o exemplo e desenvolver hábitos de vida saudável e muito diálogo.[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”1/3″][/vc_column][/vc_row]